mindfulness para principiantes

Algumas pessoas conhecem, outras já ouviram falar mas não sabem exatamente o que é. O mindfulness está ligado a meditação e exercícios de tradição asiática que foram adaptados a vida moderna.

Em busca de uma melhor qualidade de vida e bem-estar, o assunto me despertou o interesse. O propósito é aprender a praticar a atenção plena, focando no presente, e não nas expectativas do futuro ou traumas do passado.

Para muitas, essa conversa de mindfulness e meditação pode parecer difícil e até monótona, e como a pessoa ansiosa e acelerada que sou a prática parecia muito longe da realidade. Só de pensar em meditação e exercícios para a respiração, me parecia estressante ao invés do contrário.

Comecei a me aprofundar no assunto e descobri que além de evitar crises de ansiedade, a prática também ajuda na criatividade e produtividade.

A meditação em si ainda é um desafio pessoal, por isso decidi destacar alguns exercícios simples que tenho seguido, e que servem de introdução para esse universo e que podem ajudar a melhorar o dia a dia.

1. Sinta suas emoções
Estar consciente de suas emoções, e dos efeitos que elas tem em sua vida é imprescindível para trabalhar nas coisas que te incomodam, mas nem sempre é fácil reconhecê-las de verdade.

Pare e tome um tempo para conhecer e avaliar a suas emoções. Se precisar de ajuda comece uma espécie de diário, e vá anotando seus sentimentos,  tristes e felizes, e em que momento eles aconteceram, você pode se surpreender.

2. Pratique a gratidão

Comece o dia lembrando e agradecendo as pessoas e coisas que te fazem feliz. Mesmo quando estiver em um momento difícil, sempre há algo ou alguém pelo que somos gratos, e a gratidão gera uma energia muito positiva para a nossa alma.

3. Diminua suas distrações

Temos milhares de pensamentos durante o dia, pensamos e fazemos muitas coisas ao mesmo tempo, muitas vezes sem nos concentrar realmente em nada.

Faça uma lista com o que te distrai, tira a sua energia ou impede que você foque no que realmente importa. Tente para de fazer essas coisas uma a uma, ou conscientemente diminua essas distrações sempre que se sentir sobrecarregado ou precisar focar em uma única coisa. É importante não sentir que você está se privando de algo.

4. Alimente seu corpo, mente e alma com coisas saudáveis

Dedique um momento do seu dia para alguma atividade relaxante, busque coisas que te tragam crescimento pessoal e paz interior, seja numa atividade física ou intelectual.

Experimente pelo menos uma vez ao dia fazer uma refeição contemplativa, em silêncio, sem distrações externas, focando somente na comida. Lembre-se também de levar em consideração o alimento que está comendo e que tipo de satisfação e saciedade ele te traz. 

5. Descanse bem

Mesmo com a vida corrida que muitas levamos, tenha compaixão consigo mesma e seja realista sobre o que você precisa. Se precisar, planeje como adequar o descanso a sua rotina.

Nem todos precisam do mesmo para recuperar as energias, por isso é importante que você conheça bem as suas necessidade e não force os seus limites.

Com essas pequenas atitudes, e buscando conhecer e respeitar um pouco mais a si mesma você vai poder perceber uma mudança no seu dia a dia e no seu bem-estar. 

Comece aos poucos e vá se aprofundando na prática do mindfulness, quando se sentir confortável e confiante dê o próximo passo. 

Quer ficar por dentro de todo o conteúdo da Zuya? Acompanhe a gente também pelo Instagram: https://www.instagram.com/eusouzuya/