moda

FAZER REFEIÇÕES MENORES REALMENTE AJUDA A DIMINUIR O ESTÔMAGO?

Comer pouco para ter uma cintura menor é uma coisa, mas será que fazer refeições menores realmente ajuda a diminuir o tamanho do estômago? 

Na teoria é assim :
Comendo menos o seu estomago vai encolher, reduzindo o espaço disponível para a comida, e você não vai mais sentir tanta fome pois ele vai ser “preenchido” mais rapidamente.
Você se sentirá satisfeita com mais facilidade, terá menos fome entre as refeições, perderá peso, e estará basicamente vivendo um sonho.

Parece uma ótima ideia até que você descobre a quantidade mínima que seria preciso comer, para colocá-la em prática. Em um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, pacientes obesos conseguiram reduzir o tamanho de seus estômagos em 27% em quatro semanas, ao ingerir 600 calorias por dia, a metade do número mínimo de calorias que os especialistas afirmam ser o ideal para uma mulher comer, quando está tentando perder peso.

E não é só isso, mesmo que você consiga ter um estômago menor e se sentir satisfeita mais rápido, não é provável que você sinta menos fome ao longo do dia. Os químicos responsáveis por controlar o apetite, incluindo a leptina e a grelina, costumam aumentar, em pessoas que seguem dietas restritas, ou o tipo de dieta que, supostamente, seria capaz de encolher o estômago.
Isso significa que você pode, na verdade, sentir mais fome com um estômago menor, ele diz.

Para completar, os resultados obtidos por quem corta a dieta pela metade, quase nunca são duradouros. Apenas um grupo de 5% a 10% de indivíduos que fazem dietas radicais consegue manter os resultados de perda de peso no longo prazo. A maioria das pessoas ganha novamente os quilos perdidos — e alguns a mais.

Por último, um estudo na publicação Gastroenterology sugere que os estômagos de pessoas obesas e com sobrepeso não são muito diferentes dos estômagos de pessoas com um peso saudável. O tamanho do estômago não é o fator mais importante no processo de perda de

Ao invés de lutar contra a sua anatomia, comece a fazer com que os hormônios que regulam a fome trabalhem para você, consumindo fibras e proteínas, que estão ligadas a um aumento nos peptídeos e hormônios que promovem a saciedade. Não ficar com intervalos enormes entre as refeições também pode prevenir os exageros. Comer refeições menores frequentemente e dormir pelo menos sete horas todas as noites irá ajudar a controlar seus níveis de químicos associados à fome.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s