GPS (Guia Para Sair)

Gps – No Cinema

Não tem ideia do que fazer no fim de semana?
O Gps vai te indicar 3 filmes que acabaram de estrear ou nem estrearam ainda para você ver com as amigas ou namorado.
Afinal quem não gosta de um bom filme.

Praia do Futuro

Donato (Wagner Moura) trabalha como salva-vidas na Praia do Futuro, em Fortaleza. De tanto ficar no mar, seu pequeno irmão, Ayrton, o apelida de Aquaman. O protagonista vai sofrer uma reviravolta do destino ao conhecer o alemão Konrad (Clemens Schick). De férias no Brasil, o turista perde um amigo afogado, mas ganha sexo e atenção de Donato. Na segunda parte do drama, eles vivem juntos em Berlim e o brasileiro tenta se adaptar às temperaturas baixas. O terceiro capítulo dedica-se a mostrar o ponto a que chegou a relação deles e o amargo reencontro de Ayrton (Jesuíta Barbosa), agora com 18 anos, e Donato. O diretor cearense Karim Aïnouz usa elipses e silêncios em sua visão sobre relacionamentos afetivos, seja entre os  irmãos, seja entre o casal. A frieza faz parte desse mundo exclusivamente masculino. A poesia aqui é de outra ordem. Ela aparece no contraste do ensolarado Brasil com a cinzenta Berlim e na opção do realizador de usar a trilha sonora no lugar das palavras.

O Grande Hotel Budapeste

A trama traz um escritor (interpretado por Tom Wilkinson) que relembra o passado, quando se hospedou no Grande Hotel Budapeste. Ele tinha 40 e poucos anos (Jude Law assume o personagem) e ouviu do proprietário, Moustafa (F. Murray Abraham), como o imenso imóvel nas montanhas da fictícia República de Zubrowka foi parar em suas mãos. O enredo volta então a 1932 para flagrar a rotina de Moustafa (agora Tony Revolori), um novato mensageiro a serviço de Monsieur Gustave (Ralph Fiennes), o gerente almofadinha exigente e amante de velhas hóspedes. Eis que uma dessas senhoras morre e Gustave vai ao velório acompanhado do jovem empregado. Ao chegar lá, descobre que ganhou de herança um valioso quadro. Mas não será fácil levar a relíquia porque o filho da falecida (Adrien Brody) também está de olho na tela. Convém parar por aqui e não estragar novas surpresas. Além da narrativa ágil e do humor abrangente, a paleta de cores usada na brilhante direção de arte enche os olhos e cria um visual acachapante.

O Enigma Chinês

Casado com a inglesa Wendy (Kelly Reilly), o quarentão toma uma rasteira do destino quando a ruiva decide trocá-lo por um americano rico, sair de Paris para morar em Nova York e, pior, levar os filhos. Xavier, inconformado, vai atrás deles. Lá, fica na companhia de sua grande amiga, a lésbica Isabelle (Cécile De France), que fez uma inseminação artificial e está grávida dele. A rotina no bairro de Chinatown não será fácil. Também fica mais complicada a convivência com a ex-mulher e Xavier precisa arranjar uma esposa de aluguel para obter o green card. Sem nenhuma perspectiva afetiva, ressurge a fofa Martine (Audrey Tautou), uma antiga paixão. O realizador mostra capricho no humor bem dosado, no registro acurado do co tidiano nova-iorquino e nas situações aparentemente banais, tratadas com leveza.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s